Cresce número de mandados judiciais no sistema PJe na JFPB

06/06/2019 às 10:04

Balanço divulgado pelo órgão reflete tendência de migração dos autos físicos para o meio virtual

         Um balanço divulgado pela Central de Mandados (Ceman) da Justiça Federal na Paraíba (JFPB) apresenta um dos resultados decorrentes da digitalização dos autos físicos e a respectiva migração para o sistema de Processos Judiciais Eletrônicos (PJe). Segundo o levantamento, de janeiro a maio deste ano, 91,66% dos 6.332 expedientes ocorreram em meio virtual, enquanto que no mesmo período de 2018, foram 74,3% dentre o total de 5.744 demandas.

         “Os dados mostram o retrato da situação atual da Seção Judiciária da Paraíba, que caminha para uma realidade 100% digital”, afirmou o diretor do Foro da JFPB, juiz federal Bruno Teixeira de Paiva. Ainda de acordo com a análise realizada pela Ceman, de janeiro a maio deste ano, apenas 8,34% dos expedientes recebidos foi oriundo de processos físicos (sistema Tebas), enquanto que no ano anterior foram 25,7%.

         Atualmente, a JFPB conta com cerca de 20 mandados de processos físicos distribuídos para os Oficiais de Justiça. Para o diretor do Núcleo Judiciário da JFPB, Ricardo Correia, “a substituição dos autos por processos digitais permite, além da redução do tempo de tramitação, economia de gastos com papel, impressoras e energia”, destacou.

O diretor ressaltou ainda que o acréscimo de mandados registrados de 2018 para 2019 está diretamente relacionado à virtualização dos processos, que vem gerando aumento de produtividade e agilidade nos trâmites processuais do órgão.

Autor: Seção de Comunicação Social da JFPB - imprensa@jfpb.jus.br


 Imprimir